Quanto Dinheiro Devemos Destinar À Habitação

Lidar com a compra de uma casa com economias é um sonho reservado apenas para alguns. O resto, se quiser ser dono, necessita solicitar uma hipoteca e pra essa finalidade é fundamental ter claro qual é o limite que se podes assumir. Sobretudo, se tivermos em conta que os lares portugueses são os que menos poupam da Europa.

2019 tiver arrancado com as espetaculares números em número de empresas de hipoteca para a compra de habitação. De acordo com os dados do INE, entre janeiro e fevereiro, foram formalizado 67.850 empréstimos, cerca de 10.000 a mais que o ano passado. É o número mais alto desde 2011, segundo destaca o portal Idealista.

Um dado afirmativo que põe de relevo que, na primeira vez, depois de passar a recessão, são assinados mais hipotecas de que se cancelam. Todas as pessoas que solicitam um crédito hipotecário, se colocam a mesma pergunta: Qual é o máximo recomendável que desejamos destinar-se à habitação em função de nosso salário? Trata-Se de um cálculo de amplo importancia, com o que convém não acrescer em excesso para pequeno.

  • 2 de julho de 1930 (89 anos)
  • quatro Apple, PRISM e o caso Snowden
  • Presidente da Venezuela 2013-)
  • 2 Audições iniciais
  • Doniños (São Romão)

Em primeiro espaço, para poder cobiçar a propriedade que mais se adapta às nossas necessidades; e, em segundo, para não prolongar em demasia o tempo assinado. Entretanto, pelo contrário, não temos que conceder demasiada relevância a know-how de solvência nem arriscar cenários não realistas, visto que poderá nos conduzir a assumir compromissos que não somos capazes de realizar.

Não podemos esquecer que qualquer compra e venda leva associados em torno de despesas (cartório, Registro de Propriedade, impostos, prestador de serviços administrativos…), que o consumidor tem que somar por erro pela contagem total de investimento calculado. Estes conseguem variar entre 8% e 15%, dependendo do tipo de casa, além de outros mais fatores. Isso não é tudo, contudo que a hipoteca só cobre até 80% do valor da compra, então que ter ganhado a parte restante é indispensável.

Um dos fatores que vai determinar o volume de hipoteca assumir é o tempo: Quanto tempo desejamos (ou podemos) atravessar a fazer frente a hipoteca? Se queremos liquidá-la o mais cedo possível, a quota que lhe destinaremos será muito maior do que se o fizermos, pouco a pouco, apesar de que isto possa ter sentido de estar pagando a casa durante trinta e cinco ou quarenta anos. Mas o tempo é apenas um fator, o respeitável é fazê-lo com base nas perspectivas financeiras reais. É imprescindível conservar a todo o momento as receitas sobre isso as despesas, qualquer coisa óbvio, entretanto não é desta forma fácil de adquirir. O impecável seria poder preservar acima de 10% mês a mês.

Tendo em conta o tempo que desejamos investir e a perícia salarial pra cobrir os pagamentos, é instante de simpatizar qual a percentagem de poupança é recomendável destinar para a hipoteca. Em suma: assinar um empréstimo para a compra de um apartamento é uma das decisões mais sérias.