“O Embalsamamento É O Que Faziam Os Egípcios, Não Corresponde Aos Nossos Tempos”

�Que acontece com a múmia de Hugo Chávez? A opção de embalsamar o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, que enfim foi desprezada, tem despertado o interesse pelo universo da tanatopraxia. O especialista do Instituto Português de Tanatopraxia Esteve Ferrándiz explica a ABC como se trabalha em Portugal. Quais são as condições são as ideais pra embalsamar um cadáver?

A palavra embalsamamento não é correta, partindo do caso de que esse feito é uma questão que faziam os egípcios a começar por tirar as vísceras, uma coisa que não corresponde aos nossos tempos. Nos dias de hoje, este tipo de prática tem nomes diferentes como: tanatopraxia, tanatoplastia, etc, segundo a área onde se exerça. As condições ideais para essa prática é ter o material e as ferramentas adequadas, pra proceder, em perfeita segurança de acordo com as leis de cada autonomia.

  • Robert Blanche como Sargento Franco
  • Horário Quarta e Sexta-feira das dezessete às 21hrs
  • Repites o recurso trenzando uma mecha da lateral da cabeça do outro lado que não o fizeste
  • Alaranjado para as de pele trigueña

o Que o tempo há limite pra começar o método, uma vez produzida a morte? Dependendo do objetivo (conservação e exposição do falecido), desejamos narrar que não há limitação de tempo pra tratar um corpo humano. Domina-Se que alguém em estado de decomposição avançado, e podes ser tratada com a idéia de impedir problemas de saúde e higiene pública.

é claro que, nestes casos, não podemos ponderar numa idéia de apresentação e de estética. Ao inverso, se alguém após sua morte demorou menos de dois dias pra ser enterrada, não necessitamos de acentuar a conservação do organismo, todavia agir sobre a estética e a exibição. Como é feita uma tanatopraxia?

trata-Se de utilizar as técnicas menos agressivas ou invasivos possíveis para entrar a um resultado muito bom de conservação e apresentação do morto. Procede-Se à lavagem do corpo humano inteiro com produtos germicidas, bactericidas e virucidas. A desinfecção de cavidades é respeitável para impedir a proliferação de microrganismos que participam da decomposição do organismo.

Há que manifestar que o objetivo de falar um retrato de seus entes queridos com a boca fechada tem a finalidade de que o falecido tenha uma sentença natural, com traços reconhecíveis. Esta técnica não evita a contaminação, o tratamento em si o que tem como propósito a cautela do desenvolvimento de bactérias e impossibilita a proliferação de germes.